Fim de Semana em Tiradentes/MG


Viajar é tão bom né? Melhor ainda seria poder viajar e receber por isso. Mas, enquanto fico sonhando, vou contar pra vocês como foi minha última viagem.

No último fim de semana, viajei com meu marido e meus pais para Tiradentes, Minas Gerais. Eu fui com meus pais de carro e meu marido nos encontrou lá. Saímos do Rio na sexta de manhã e voltamos na segunda à tarde. 

Tiradentes é uma cidade bem pequena e não tem muita coisa pra fazer. Visitamos alguns lugares, mas chegamos a conclusão que para conhecer bem a cidade, o ideal é contratar o serviço de um guia local, porque é uma região com muita história e sem alguém pra contar, você acaba ficando sem saber as coisas.

Assim que chegamos, fomos até a pousada onde fizemos a reserva. O nome é Pousada Boa Vista. Ela fica no caminho para quem vai pra Bichinho, que é um vilarejo próximo. Ela é bem pequena e simples, mas é aconchegante. Só tem uma menina que atende a recepção, faz o café e cuida de tudo, mas ela é bem prestativa e atenciosa. O café da manhã também é bem simples e não tem muita variedade. Sinceramente, acho que não voltaríamos.


Deixamos as coisas lá na pousada e fomos dar uma volta (de reconhecimento, kkk) pela cidade e procurar algum lugar pra comer. Tiramos algumas fotos e subimos até a Igreja São Francisco de Paula e vimos o lindo pôr-do-sol e depois fomos no restaurante San Felice, comer uma pizza.


No sábado, pela manhã, fomos até o vilarejo de Bichinho conhecer o artesanato local. É um vilarejo muito bonitinho e tem uma loja atrás da outra. O artesanato é bem mais barato lá do que em Tiradentes, então dá pra fazer umas comprinhas. Almoçamos por lá, no Tempero da Ãngela (vimos a indicação no Trip Advisor). Comida mineira, bem gostosa. À tarde, passeamos por Tiradentes mesmo e fomos até o Museu Casa Padre Toledo e também fomos até a Igreja Matriz de Santo Antônio, que tem 482 quilos de ouro. É bem bonita por dentro e proibido tirar foto. No fim do dia, fomos comer uns petiscos no Butiquim Pizza Bar.



No domingo fizemos o passeio de Maria Fumaça, que vai de Tiradentes até São João Del Rei. O passeio leva em torno de 40 minutos e custa R$ 50,00 só a ida. Se for ida e volta, é R$ 60,00. Não tem nada, só andar de trem mesmo. É legal porque você não anda nesse tipo de trem todo dia na vida né? Dessa vez, nós pagamos o serviço de um guia, que nos cobrou R$ 40,00 por pessoa para conhecer São João Del Rei e depois nos levar de volta para Tiradentes. Aí sim, o passeio ficou bem melhor. 


Lá, ele nos levou para conhecer a Catedral Nossa Senhora do Pilar, construída em 1721 e que foi destruída na Guerra dos Emboabas. Depois fomos a pé até o Pelourinho, que é o símbolo de autoridade da antiga vila e onde os escravos eram castigados. Conhecemos a Rua Santo Antônio, umas das mais antigas da cidade e onde as casas são tortas, o solar onde morou Tancredo Neves e encerramos a visita na Igreja São Francisco de Assis (na verdade encerramos em uma loja de objetos feito em estanho, mas não tirei nenhuma foto). Foi um passeio bem legal e muito proveitoso.


Voltamos pra Tiradentes, já eram quase 15h da tarde e fomos almoçar no Bar do Celso, que também serve comida mineira. Voltamos pra pousada e descansamos um pouco até à noite, quando saímos pra jantar. Escolhemos pizza de novo, dessa vez na Noi Tre Pizzeria. Muito gostosa e tem um ambiente ótimo. Estava chovendo muito, então depois disso acabamos voltando para a pousada.


Esse foi nosso fim de semana em Tiradentes. Bem tranquilo e sem fortes emoções. Foi mesmo para estar um tempo com a família, descansar e conhecer mais uma cidade desse nosso lindo país. 

Para saber mais sobre os lugares em que fizemos as refeições, é só acessar aqui e conferir o post. 😉

Compartilhe:

Vamos Conversar

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou? Deixe aqui seu comentário!